Mapeamento parcial de eventos dificulta expansão do setor
Diretor de Turismo da Codel, Fabian Bordon, ressaltou necessidade de convergência de informações para potencializar a expansão dos segmentos em torno da Economia Criativa durante palestra no Fórum Desenvolve Londrina
24/03/2018

A falta da convergência de informações sobre os diversos eventos realizados em Londrina dificulta a expansão dos segmentos ligados a Economia Criativa. A opinião é do Diretor de Turismo da Codel, Fabian Bordon durante palestra realizada no Fórum Desenvolve Londrina sobre Turismo e Economia Criativa. “A comunicação sistematizada da agenda de acontecimentos e das opções de entretenimento da cidade aumentaria permanência do turista na cidade e implicaria na utilização de mais ativos econômicos, expandindo mais segmentos envolvidos”, afirmou.

Fabian ressaltou que o desafio do turismo inteligente é tornar a cidade sustentável, aumentando o tempo de permanência das pessoas que viessem à Londrina a negócios ou a passeio. “Se as informações sobre tudo o que Londrina realiza estivessem reunidas em uma única plataforma que favorecesse o conhecimento e o interesse das pessoas em participar de outros eventos na cidade, teríamos amplos benefícios para a economia local”.

Outra dificuldade apontada por ele é a falta de estratégias para potencializar a visitação a mais locais na cidade como a criação de opções de rotas de gastronomia e de visitas ao patrimônio histórico e às obras arquitetônicas, exemplificou. “Estamos investindo em parcerias com empresas privadas para incentivar a Rota da Seda. Londrina produz seda em uma escala comercial. Em uma visão global fica atrás apenas da China. Contudo, a nossa seda é considerada a melhor do mundo. Assim como temos a rota do Café, mostrar o itinerário da colheita até o consumo final da seda daria visibilidade para toda a cidade”, destacou.